No Estado do Rio, parte da reforma previdenciária veio antes. Em meio à grave crise, o governo aprovou, em 2017, o aumento da alíquota de 11% para 14%, e a elevação alcançou todas as categorias em 2018. O Rioprevidência, porém, não informou o valor anual a ser arrecadado com isso. E na cidade do Rio, uma reforma também foi feita em 2018. O governo Crivella decidiu cobrar 11% de alíquota de inativos que ganhavam acima do teto do INSS (na época, R$ 5.645,80).

A Secretaria estadual de Fazenda (Sefaz) depositou, na última terça-feira, dia 22, R$ 446,1 milhões em repasses de tributos aos 92 municípios fluminenses. O depósito feito pela refere-se ao montante arrecadado entre 14 a 18 de janeiro. Os valores correspondem à distribuição de parte da arrecadação dos tributos como IPVA, IPI e ICMS às administrações municipais.

O aplicativo Partiu Praia Inea, desenvolvido pelo Inea (Instituto Estadual do Ambiente), vinculado à Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade, já tem mais de mil downloads e informa as condições de banho nas praias monitoradas no Estado do Rio de Janeiro.