Governo do Rio terá reunião, hoje, para tratar do depósito do 13º salário de 2017

A quarta-feira será de reuniões entre o alto escalão do governo do Rio. A ideia é colocar no papel uma forma de pagar o 13º salário de boa parte do funcionalismo estadual até o fim de janeiro. O Palácio Guanabara pretende analisar as possibilidades de pagamento, mas a preferência continua sendo pagar os salários mais baixos e, assim, quitar boa parte da folha.

O pagamento do 13º salário terá como peça-chave a receita obtida com a arrecadação do IPVA. Diante do que já foi repassado pelos contribuintes ao Estado, os técnicos querem projetar a receita para os próximos dias. Mais de 371 mil pessoas não receberam seus abonos. A dívida estimada é de R$ 1,551 bilhão.

Uma pedra no caminho dos servidores do Executivo será a necessidade de o governo do estado repassar, a partir da próxima semana, o duodécimo constitucional — parcela mensal do Orçamento destinada ao Legislativo e ao Judiciário.