Posse de Witzel começa neste dia 1º, mas só será concluída no dia 2

 

O governador eleito do Rio participará da cerimônia de posse do presidente da República. Portanto, a previsão é que Wilson Witzel (PSC) fique no máximo duas horas na sua própria posse, na Alerj, e depois vá para Brasília, onde Jair Bolsonaro será empossado às 15h. Witzel deve ficar na capital federal até o dia 2, quando retorna ao Rio para receber o cargo do governador em exercício, Francisco Dornelles. Logo após a transmissão de cargo, Witzel dará posse aos secretários e deve realizar a primeira reunião com toda a equipe.

A cerimônia de posse começa às 8h30 deste dia 1º. O presidente em exercício da Alerj, André Ceciliano (PT) abre a solenidade, convidando Witzel e seu vice, Cláudio Castro, para a mesa. Na sequência, é entoado o Hino Nacional e feita a leitura do compromisso de posse. O governador eleito e o vice assinam o termo de posse e Witzel faz seu primeiro discurso como governador do estado. O hino do estado é tocado e a cerimônia encerrada, por volta das 11 horas. Segundo a Alerj, apenas água e café serão servidos.

A Prefeitura do Rio montou esquema especial de trânsito nas ruas próximas à Alerj, no Centro. A Av. Presidente Antônio Carlos, no trecho entre a Av. Almirante Barroso e a Rua da Assembleia; e a Primeiro de Março, entre a Rua da Assembleia e a Av. Presidente Vargas, serão algumas das vias interditadas, a partir das 6h do dia 1º. A Alerj informou que o esquema de segurança interna funcionará com as mesmas posições táticas dos dias de sessão plenária, mas com efetivo dobrado: 80 pessoas. Do lado de fora, a responsabilidade é da Polícia Militar.

Fonte: O Dia